De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Comunidades

Inquérito sobre o impacto da pandemia nos portugueses emigrados

A pandemia tem sido motivo de grande preocupação em todo o mundo pela sua rápida disseminação, tendo levado à adoção de medidas sanitárias muito restritivas. Portugal tem vivido nos últimos meses grandes mudanças decorrentes da alteração repentina nas vidas individuais e das organizações, em virtualmente todos os setores sociais e económicos. A COVID-19 tem sido causa de ansiedade e stress decorrentes do medo da doença, da morte e da incerteza quanto ao futuro e, também, do isolamento social resultante da perda da estruturação das atividades laborais e escolares.

Os emigrantes sofrem de forma mais intensa e particular as crises dos países onde vivem por maior vulnerabilidade, maior risco de desemprego e de falta de apoios sociais, e maiores dúvidas quanto ao atendimento nos serviços de saúde, e sobretudo por serem estrangeiros.

Tendo em conta este cenário, que todos estamos a viver com grande apreensão, venho por este meio apresentar o inquérito intitulado “Sono e COVID-19”, solicitando a apreciação e divulgação pelos vossos associados. Este inquérito pretende avaliar o impacto da COVID-19 na saúde, relações, hábitos e estilos de vida, e muito particularmente no sono.

Foram feitos inquéritos semelhantes para a população geral (em várias línguas) e outros adaptados a grupos profissionais, como médicos, enfermeiros, bombeiros e psicólogos. A adesão tem sido grande possibilitando estudos que visam melhorar as condições futuras e aumentar os apoios.

Este inquérito foi elaborado por uma equipa multidisciplinar, com especialistas da área da Medicina do Sono, liderada pela Prof. Dra. Teresa Paiva e onde se incluem, entre outros, a Prof. Dra Margarida Gaspar de Matos (Psicologia), a Prof. Dra. Helena Canhão (Reumatologia), a Prof. Dra. Amélia Feliciano e a Dra. Joana Pimentel (Pneumologia), a Dra. Ana Santa Clara e o Dr. Hugo Simião (Psiquiatria), a Prof. Dra. Maria Raquel Silva (Desporto e Nutrição), a Dra. Joana  Vaz Castro (Otorrinolaringologia), a Doutora Cátia Reis (Cronobiologia), o Dr. Fábio Botelho (Psicologia), a Enfermeira Susana Gaspar (Enfermagem) e o Dr. Paulo Gaião (Psicologia e Direito), num trabalho de cooperação do CENC – Centro de Medicina do Sono, do CHRC – Comprehensive Health Research Center – Universidade Nova e do ISAMB, Instituto de Saúde Ambiental, da FMUL.

Este inquérito foi aprovado pela Comissão de Ética do CENC, Centro de Medicina do Sono, sendo garantida a anonimização dos dados, os quais serão submetidos a tratamento estatístico posterior.

Pode responder ao inquérito clicando aqui.