De que está à procura ?

Mundo

Uma aranha conta como violência doméstica?

No sábado passado, a polícia de Sidney recebeu o alerta de um caso de violência doméstica, mas quando chegou ao local não quis acreditar no que viu.

De acordo com o site Mashable, testemunhas disseram ter ouvido uma mulher a gritar, um homem a dizer “vou matar-te, morre, morre” e mobílias a serem arrastadas.

Quando chegaram ao local, as autoridades questionaram o homem que se encontrava na residência. E publicaram a conversa insólita no Facebook, que o jornal Sol traduziu:

Polícia (P): Onde está a sua mulher?

Homem (H): Eu não tenho mulher.

P: Onde está a sua namorada?

H: Não tenho.

P: Recebemos o alerta de um caso de violência doméstica e de uma mulher a gritar, onde é que ela está?

H: Não sei do que falam, eu vivo sozinho.

P: Por favor, as pessoas ouviram-no a gritar, dizendo que a ia matar, e mobília a ser arrastada pela casa. Diga o que é que fez com ela.

H: Era uma aranha…

P: Desculpe?

H: Era uma aranha, uma aranha enorme!

P: E a mulher a gritar?

H: Era eu, odeio aranhas.

TÓPICOS