De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Colunistas

Testemunhos reais: Sílvia Santos

Ao longo do percurso profissional quais os obstáculos mais relevantes que encontrou e em que fases?

Desde cedo, na minha vida profissional, me deparei com desafios que puseram à prova a minha resiliência e capacidade de ultrapassar desafios. Na área em que trabalhava (produção de eventos) as exigências eram muitas e os timings para criar e produzir um evento muito reduzidos, o que me fez estar permanentemente focada na solução ao invés de nos focarmos no problema. Esta foi sem dúvida a melhor escola, foram 15 anos de trabalho árduo mas extremamente compensador. Gerir grandes equipas em momentos de grande stress e pressão trouxe-me a capacidade de me adaptar constantemente a fim apresentar um trabalho bem conseguido e fruto do empenho de todos. Mais tarde fui convidada para gerir algumas equipas no ramo da Hotelaria e com este desafio vieram novos objectivos que felizmente foram superados com sucesso. Quando decidi ter o meu negocio, novos desafios apareceram, apresentar ao mercado um novo projecto e começar do zero, foi só por si um enorme desafio. Apresentar novas ideias e conceitos, fazer com que as portas se abrissem foi um percurso árduo mas imensamente compensador. Actualmente, considero os obstáculos como degraus que se vou subindo a cada dia e a cada novo projecto e felizmente com muito sucesso.

O que a motivou a sair da sua “zona de conforto” e criar a sua Marca/Empresa?

O “Querer Mais”, foi o que me fez sair da minha zona de conforto. Ao longo dos anos fui tomando consciência dos meus pontos fortes e pontos fracos, sempre acreditei no meu potencial. Esta tomada de consciencia aliada à vontade de crescer e algum arrojo foi o que me fez mergulhar num mundo completamente novo para mim. Sou, por natureza, uma pessoa apaixonada e isso fez-me avançar, quero fazer as coisas que me apaixonam e me realizam tanto como Professional como Mulher. Os Eventos, o Investimento Imobiliário e os serviços de Concierge, foram sempre coisas que me apaixonaram, se era assim, porque não juntar as três e criar um projecto meu? Foi um percurso intenso mas extremamente compensador a nível pessoal e que me faz acreditar no meu potencial a cada dia que passa.

Os projectos internacionais “cativam-na” ou Portugal será sempre a sua prioridade?

Sem sombra de dúvida que os projectos internacionais me cativam, aliás, são um objectivo a atingir nas três áreas de negocio que desenvolvemos na EQUAL. Sou apaixonada pelo nosso país e pela nossa cultura e é com muita satisfação que trabalho com outros países e dou a conhecer as oportunidades que temos para oferecer.

Sentiu o “poder e reflexos positivos do Networking” no seu percurso profissional?

Sem dúvida que sim! Quando iniciamos um novo projecto é fundamental alargar a nossa rede de contactos, e, quando o novo projecto já está implementado no mercado continua a ser fundamental continuar a alargar a nossa rede de contactos. Muito do meu negocio passa pelo “boca a boca” e por isso o Networking para mim é uma ferramenta de trabalho extremamente importante. De início senti alguma dificuldade de integração, apesar de ser uma pessoa comunicativa, sair da minha zona de conforto deixou-me de certa forma insegura e expectante por esta nova abordagem. À medida que o tempo foi passando, o “à vontade” foi-se instalando, hoje vejo o Networking como uma ferramenta de trabalho imprescindivel para o desenvolvimento do meu negócio. Actualmente, considero que estou em constante Networking. Sou “uma pessoa de pessoas” e apaixonada pelo Ser Humano, isto faz com que procure conhecer pessoas que me acrescentem e que acrescentem valor ao meu negocio.

Susana Miranda | Career Manager and Talent Advisory

Escritório: CHIADO – Rua Ivens, Nº 42 – 1º Piso 1200-272 Lisboa

Tlm. +351 93 638 26 76 | www.susana-miranda.com | Linkedin Profile:  linkedin.com/in/sfmmiranda