De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Colunistas

Testemunhos reais: Nuno Correia Bom, Director Técnico

Ao longo do percurso profissional quais os obstáculos mais relevantes que encontrou durante o seu Job Search?

Na minha experiência o mais complicado de contornar foi a dificuldade em encontrar contactos de pessoas-chave nas instituições para que o meu CV fosse analisado por decisores. A conjuntura do mercado de trabalho também é fundamental. Nos anos mais fortes da crise o job search era uma missão quase impossível.

Sentiu o “poder e reflexos positivos do Networking” no seu percurso profissional?

Sem dúvida. O networking é tão ou mais importante que um bom CV. Olhar para um CV não nos transmite os “soft skills” de um candidato. Esses “soft skills” são fundamentais para um desempenho positivo. Um currículo pode ser construído, a personalidade é mais complicado…

Os projectos internacionais alguma vez o motivaram?

Não. Sempre vi os projetos internacionais como um recurso. Mas uma boa oportunidade é  sempre de avaliar. Principalmente se for temporária (2/3 anos).  Também depende do país. Há países bem mais interessantes (e mais perto de Portugal) do que outros.

O que o mais motiva no seu dia-a-dia profissional?

Novos desafios e bom ambiente no local de trabalho. O bom ambiente ajuda a superar muitas dificuldades pois reforça o espirito de equipa e põe todos a “remar” para o mesmo lado. O reconhecimento  também é um elemento motivador. Acho que é importante elogiar quando as coisas correm bem.

Susana Matos Miranda

Career Coach | Talent Manager – Informações: Susana.miranda@george.pt

GEORGE