De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Mundo

Sonda chinesa parte para missão na Lua

A China lançou esta terça-feira a sonda espacial Chang’e-5 para recolher material da superfície lunar. O lançamento realizou-se às 04h30 locais a bordo do foguete Longa Marcha-5, a partir do centro de lançamento de Wenchang, na província de Hainão (sul).

“A sonda entrou com precisão na órbita previamente estabelecida. A missão foi concluída com êxito”, afirmou o diretor do centro de lançamento e responsável pela missão, Zhang Xueyu, citado pela televisão estatal chinesa CCTV.

De acordo com a agência de notícias estatal chinesa Xinhua, esta é uma das “missões espaciais mais complexas e desafiadoras” que a China já realizou.

“A missão vai ajudar a promover o desenvolvimento científico e tecnológico da China e estabelecer uma base importante para futuros pousos tripulados na Lua”, disse o vice-diretor do Centro de Exploração Lunar da Administração Espacial da China, Pei Zhaoyu, citado pela Xinhua.

A Chang’e-5 deverá colocar vários módulos na superfície lunar para recolher cerca de dois quilogramas de amostras.

A nave vai levar dois dias a chegar à superfície e a missão vai durar cerca de 23 dias, indicou Pei. As amostras vão chegar à Terra em meados de dezembro.

A missão vai tornar a China no terceiro país capaz de recolher amostras de material lunar, depois de os Estados Unidos e da antiga União Soviética o terem feito, nos anos 1970.