De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Portugal

Produção automóvel em Portugal subiu em flecha

A produção automóvel em Portugal aumentou 68% em 2018 face ao ano anterior, para um total de 294 mil veículos, acentuando a tendência de subida iniciada em 2017, divulgou a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Do total de veículos produzidos em Portugal, 97% é para exportação, segundo o balanço anual feito pela ACAP, que destaca o facto de este número ter ultrapassado as unidades vendidas no mercado nacional (273.252).

Os principais países de destino são a Alemanha (21,4%), seguido de França (15,4%), Itália (12,2%) e Reino Unido (10,7%), mas a ACAP destaca que a China tem vindo a aumentar a sua importância, representando já 2,7% do total das exportações automóveis portuguesas.

Em termos de volume de negócio, a produção automóvel representou 13,4 mil milhões de euros, segundo os dados divulgados.

Em 2017, a produção automóvel em Portugal tinha já aumentado 22,7% face ao ano anterior, para um total de 175.544 veículos, interrompendo a tendência de queda dos dois anos anteriores.

Em Portugal, o mercado automóvel teve um ligeiro crescimento de 2,6% no conjunto de 2018 (para 273.252) face ao ano de 2017.

“Esta percentagem é a confirmação de que, após o período de recuperação da crise, o mercado nacional está a estabilizar para os seus valores normais”, disse o secretário-geral da ACAP, Hélder Pedro.

Os veículos ligeiros de passageiros aumentaram 2,8% para 228.327 e os veículos comerciais ligeiros subiram 2,0% para 39.282, enquanto as vendas de veículos pesados diminuíram 1,6% para 5.643 unidades.

Segundo os dados da ACAP, em 2018, ao nível dos veículos ligeiros de passageiros, verificou-se uma diminuição “significativa” do peso dos veículos a gasóleo (de 61% para 53%), que foi compensada pela subida de veículos a gasolina (de 34% para 39%) e nas “outras energias”, de 4,7% para 7,4%.

A ACAP destaca, a propósito, o “forte crescimento” das vendas de veículos movidos a energias alternativas, com um crescimento de 148% nos veículos eléctricos (tendo sido vendidas 4.073 unidades) e de 56% nos veículos híbridos plug-in.

Os veículos eléctricos representam, atualmente, 1,8% do total do mercado.

Considerando apenas o total das vendas de veículos movidos a energias alternativas em 2018, quase metade (43%) é constituída por híbridos elétricos convencionais, com Portugal a surgir em quarto lugar no ‘ranking’ europeu da ACEA em termos de vendas deste tipo de veículos, depois da Holanda, Suécia e Áustria.