De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Comunidades

Portuguesa condenada por se apropriar de 40 mil francos

O “direito à burguesia” é uma tradição em Sion, no cantão de Valais, na Suíça, que permite, entre outros, a cada habitante natural da região obter uma indemnização anual de 100 francos. Se esse direito não for reclamado, o membro pode pedir 200 francos no ano seguinte. 

Uma portuguesa, que trabalhava na autarquia da cidade de Sion, foi agora condenada por aproveitar esta lei para obter cerca de 40 mil francos suíços. Trabalhando no serviço que trata dos pedidos do “direito à burguesia”.

Segundo a imprensa suíça, quando um cidadão vinha recuperar os seus 100 francos para 2018 e assinava no registo, a jovem adicionava a menção “17” à frente de “18” e guardava para ela os 100 francos adicionais. Depois, para obter ainda mais dinheiro, a portuguesa terá efetuado falsas prestações para os anos 2018 e 2019 a favor de pessoas já falecidas, que ela fez “ressuscitar” na sua contabilidade.

A artimanha terá durado pelo menos dois anos, e só foi descoberta porque na caixa que a portuguesa geria faltaram 10 mil francos. Esse roubo levou à abertura de uma investigação.

Julgada por abuso de confiança e falsificação de documentos, a jovem foi condenada a 90 dias de prisão com pena suspensa e 500 francos de multa.