De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Lifestyle

Os portugueses que libertaram o Luxemburgo dos nazis

Há 75 anos no norte do Luxemburgo e no sul da Bélgica disputava-se uma das maiores batalhas do final da II Guerra Mundial. Hitler apostava tudo no palco de guerra das Ardenas, onde o exército americano enfrentava as tropas nazis. Entre os soldados aliados estima-se que estivessem mais de 100 mil luso-americanos.

Esta é uma história pouco conhecida que fez a capa do jornal de Massachusetts Standard Times, graças a um artigo escrito por Ricardo J. Rodrigues.

No contexto da II Guerra Mundial os Estados Unidos impuseram fortes restrições às comunidades estrangeiras residentes na América. O alistamento no exército reservava para os jovens da diáspora portuguesa na América a desejada atribuição da cidadania americana.

O exército que combateu para libertar o Luxemburgo do jugo nazi era constituído por militares mobilizados em Massachussetts e Rhode Island, na Costa Leste, precisamente o principal destino da diáspora portuguesa, especialmente açoriana.

Em toda a guerra foi no combate das Ardenas que o exército americano registou mais baixas. No Cemitério Americano do Luxemburgo é possível encontrar os nomes dos portugueses que lutaram para libertar o Luxemburgo do III Reich.

#portugalpositivo