De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Colunistas

O meu cavalo selvagem

Vamos sonhar?
Vamos!
Pegas na tua chave, abres a porta…
E mão na mão levas-me contigo
Provocas-me
Tu sem medos e sem limites

Vamos sonhar?
Vamos!
Nem me deixas respirar e entramos num navio sem rumo
Tudo é descoberta
O mundo tem outras cores

Vamos sonhar?
Vamos!
Tu deixas-me assim de olhos fechados
Para melhor ver
E o sentir do vento na cara é outro
E o teu silêncio são gritos de vida

Vamos sonhar?
Vamos!
E eu sigo, sigo esse cavalo selvagem
Indomável e único
Por onde andaste tu?
Onde eram essas tuas pradarias?

Vamos sonhar?
Vamos!
Agora sim, agora sonho contigo
Porque tu, tu sabes sonhar comigo
Ai, cavalo selvagem de uma epopeia desconhecida
Leva-me contigo e cavalga sem parar…

BV 08.04.2019

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.