De que está à procura ?

Comunidades

Newark: lusodescendentes organizam festival para ajudar quem mais precisa

© DR

Dia 25 de junho todos os caminhos vão dar ao Sport Newark e Benfica para uma apresentação do talento musical da região, naquela que será a primeira edição do Ironbound Rock Festival.

Ao palco do centro comunitário benfiquista vão subir os Mind Trigger (Metal-Core); os inGAW (Heavy Metal); os Leopard Monks (Rock Alternativo) e os Troubleman (Rock, Ska, Reggae). Todas as bandas que constam no cartaz têm origem lusodescendente, como é o caso dos organizadores Paulo do Carmo, de Peniche, baterista dos Leopard Monks, e Carlos Ferreira, baterista dos Troubleman, cujas raízes familiares são da região de Coimbra.

As bandas prometem “um belo momento de rock”. Ainda assim, o festival não se ficará pela promoção do talento local, já que uma percentagem dos lucros reverterá a favor da organização sem fins lucrativos East Ward Community Center, situada no mesmo bairro. A organização de cariz humanitário cuja missão passa por alimentar os mais carenciados, ao longo da semana, é liderada por Lígia Freitas, vice-presidente da Câmara da Cidade de Newark, “que se comoveu com o gesto da organização do festival”.

“Normalmente as pessoas apenas se lembram de instituições maiores, portanto eu fico feliz que se tivessem lembrado da nossa organização durante este festival. Estamos muito lisonjeados”, disse a autarca.

“Quando pensámos no festival, a nossa ideia passou por criarmos um evento que partisse da música e da promoção do talento local mas que tivesse um impacto positivo na cidade de Newark. Ambos o Sport Newark e Benfica e o East Ward Community Center mostraram-se muito ativos durante a pandemia e ajudaram milhares de famílias em situações particularmente precárias. Faz todo o sentido que um festival de rock do bairro leste tenha um impacto positivo em instituições locais”, afirmaram os organizadores.

#portugalpositivo

TÓPICOS