De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Motores

Miguel Oliveira envia mensagem a família de Jason Dupasquier

O português Miguel Oliveira (KTM), que terminou no segundo lugar o GP de Itália de MotoGP, deixou uma mensagem de condolências à família do piloto Jason Dupasquier, que morreu hoje após um acidente sofrido na qualificação de Moto3.

O piloto português, que concluiu esta sexta ronda da temporada a 2,592 segundos do vencedor, o francês Fábio Quartararo (Yamaha), disse que “gostava de ter feito este pódio noutras circunstâncias”.

“Foi uma boa corrida. Fomos fortes ao longo de todo o fim de semana. No início não me senti confortável para puxar, pois tinha montado um pneu duro à frente”, explicou o piloto de Almada.

Miguel Oliveira partiu da sétima posição, mas foi paciente o suficiente para chegar ao segundo lugar.

“O [francês] Johann [Zarco, em Ducati] abrandou quando começou a sentir desgaste nos pneus e tentei ultrapassá-lo. No final, não foi fácil manter o [espanhol Joan] Mir afastado”, disse ainda.

A terminar, o piloto luso da KTM referiu que “gostava de ter feito este pódio noutras circunstâncias”.

“Não podemos estar completamente felizes. Gostava que este desporto não fosse tão cruel, mas é a nossa paixão. Os nossos pensamentos estão com a família” de Jason Dupasquier, cuja mãe é portuguesa, concluiu Miguel Oliveira.

O piloto luso é, agora, décimo classificado do campeonato, com 29 pontos.

O piloto suíço Jason Dupasquier, de ascendência portuguesa, morreu hoje aos 19 anos, após queda no sábado durante a qualificação do Grande Prémio de Itália de Moto3.

Jason Dupasquier sofreu no sábado um acidente na parte final qualificação de Moto3, que envolveu também o japonês Ayumu Sasaki e o espanhol Jeremy Alcoba, tendo sido assistido durante mais de 30 minutos na pista do circuito de Mugello, antes de ser transportado de helicóptero para o hospital.

O piloto, que foi atingido por uma das motas após a queda, ainda foi operado, mas não resistiu aos ferimentos sofridos.