De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Desporto

Miguel Blanco sagrou-se campeão português de surf

Miguel Blanco sagrou-se campeão de surf, no Guincho, e obteve assim um ‘wildcard’ para participar no MEO Rip Curl Pro Portugal, etapa do circuito mundial, que se realiza este mês em Peniche.

Miguel Blanco venceu ainda o Bom Petisco Cascais Pro, a quinta e última etapa da Liga MEO de 2018, depois de ter chegado à final já com o título assegurado, graças à eliminação do último dos seus rivais nas meias-finais.

O derradeiro dia da prova iniciou-se ainda com quatro pretendentes, mas Tomás Fernandes e Vasco Ribeiro – campeão cessante, que procurava um recorde de cinco títulos – foram eliminados nos quartos de final, e Pedro Henrique caiu nas meias-finais, abrindo o caminho a Miguel Blanco.

Na final, o surfista de Cascais, de 22 anos, derrotou Guilherme Fonseca, que teve uma quota-parte de responsabilidade no êxito de Miguel Blanco, uma vez que foi ele quem afastou Vasco Ribeiro e Pedro Henrique. Blanco somou 13,75 pontos, contra 9,80 de Fonseca.

“Estou muito feliz por ter conseguido o título nacional, que foi algo que sempre ambicionei. Cheguei a esta etapa no oitavo posto do ‘ranking’ e fora dos primeiros lugares da luta, mas tive muita gente a apoiar-me e a dizer que ia conseguir. Durante o ‘heat’ em que o Pedro Henrique perdeu foi uma descarga emocional muito grande”, afirmou.

Miguel Blanco ganhou direito a disputar o MEO Rip Curl Pro Portugal, décima e penúltima prova do circuito mundial, que leva a Peniche os melhores surfistas do planeta, incluindo o português Frederico Morais. O período de espera da etapa lusa situa-se entre 16 e 27 de outubro.

Na prova feminina do Cascais Pro, a algarvia Yolanda Sequeira conseguiu a primeira vitória na Liga, depois de já ter sido finalista em quatro ocasiões, duas delas na presente temporada. No Guincho, bateu a já campeã Camilla Kemp e impôs-se na final a Carol Henrique, para terminar o circuito como vice-campeã.