De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Comunidades

Doze histórias de emigração a descobrir no Luxemburgo

“Correr mundo. Dez mulheres, dez histórias de emigração” é o título da coletânea editada pela Oxalá, em 2020.

Esta obra conta com a participação de dez autoras, a segunda edição em setembro de 2021 acrescenta mais duas participações. São, no total, doze mulheres, doze histórias de emigração contadas no feminino.

O Centro de Documentação sobre Migrações Humanas no Luxemburgo (CDMH) promove uma tarde literária com a presença de umas das autoras, São Gonçalves, colunista do BOM DIA radicada no Luxemburgo e que participa nesta coletânea com o conto “A força do desapego”.

São Gonçalves irá falar da obra, mas também, fundamentada em textos teóricos, tentará encontrar respostas à pertinência da narrativa na voz feminina  sob o tema da emigração. Qual o denominador comum que aproxima estas narrativas umas das outras? Quais os motivos  que levam as mulheres a deixar o país e instalar-se noutro. Quais as maiores dificuldades que atravessam?

Desde as narrativas fundadoras que a mulher é uma personagem essencial  no tema do deslocamento humano e do exílio. Teóricos como Julia Kristeva , Tzvetan Todorov e Alexis Nouss explicam-nos a complexidade do desenraizamento por parte de quem deixa o seu país natal , da relação ao outro, ao  que é estrageiro, a problemática do exílio. Terão as personagens destes contos sentido na pele o mesmo sentimento de desenraizamento. De não pertença? Como vivem  o sentimento de exílio, o que se vive interiormente e o geográfico?

A tarde literária acontece este domingo, 26 de setembro, às 15 horas, no CMDH, em Dudelange.

#portugalpositivo