De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Colunistas

Coronavírus

Sou negacionista em estado puro, no entanto estou preocupado com o raio do vírus. E quanto mais ouço pessoas que negam a pandemia, mais preocupado fico. Estão a misturar valores relativos com valores absolutos quando afirmam que uma gripe normal mata muito mais gente. Em termos absolutos sim, mas não em termos relativos e esquecem-se que os afectados pelo coronavírus estão a crescer de forma exponencial, que enquanto um gripe normal tem uma taxa de mortalidade de 0,1%, o coronavírus neste momento está com uma taxa de 3,0%.

Para alguns, sempre que não encontram um culpado, então dão pancada na Comunicação Social e para muito, o vírus foi fabricado pelo jornalistas para terem notícias.

E o que posso fazer?

Nada a não ser ter um pouco mais de cuidado, mas não negar aquilo que me dá prazer, especialmente beber umas cervejas com amigos. Evitar desconfiar de todos e entrar em paranóia, afinal sempre me recusei a entender o que quer que seja de doenças. Tenho familiares muito próximos com mais de oitenta anos, portanto tenho que ter cuidados acrescidos na demonstração de afectos.

Evitar viver a vida, é que não me apetece mesmo nada…

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.