De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Comunidades

António Gamito: podem ir a Portugal mas cumprindo as regras

“O Luxemburgo tem a preocupação de sensibilizar os portugueses e a comunidade lusófona”, afirma o Embaixador de Portugal, inquieto porque as infeções começam outra vez “a tomar um sentido ascendente”. António Gamito falava depois de uma conferência de imprensa promovida pelo Ministério da Saúde, com a responsável pela tutela Paulette Lenert e o embaixador cabo-verdiano Carlos Semedo.

Apesar de a conferência de imprensa ser destinada aos meios de comunicação social portugueses, Gamito acredita que os luxemburgueses estão a “evitar estigmatizações”, dividindo apenas a população do país entre residentes luxemburgueses e residentes estrangeiros.

“Os resultados futuros irão demonstrar se o desconfinamento foi rápido ou cedo demais”, acredita António Gamito, pedindo aos portugueses que evitem concentrações de pessoas, em casas ou cafés, “porque o vírus não desapareceu”. “Não é preciso ir ao café ver o jogo de futebol”, defende o diplomata. “Poupem-se, privem-se” para evitar ir parar ao hospital, insiste o Embaixador de Portugal no Luxemburgo.

“É essencial que as pessoas tenham a responsabilidade de tomar todos os cuidados para as férias de verão”, insiste o diplomata, dizendo que “devem ir a Portugal porque todos têm direito às suas férias, mas devem respeitar as regras mínimas e assegurar os familiares em Portugal que não os vão contaminar”.

António Gamito recorda que as regras para evitar a covid-19 são as mesmas em Portugal ou no Luxemburgo, pedindo que todos os portugueses sigam as “três regras de base: uso da máscara, higienização das mãos e distanciamento social”.