De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Mundo

Portugueses entre os melhores a falar inglês

Portugal é o 19.º melhor país do mundo no que respeita a bem falar inglês. Estes são os dados do EF English Proficiency Index (EF EPI), o ranking mundial que avalia a proficiência linguística de pessoas cuja língua nativa não é a língua inglesa. O “ranking” foi divulgado pela EF Education First, líder global em educação internacional, e coloca Portugal no nível de proficiência “Elevada”.

O EPI é o maior “ranking”, a nível mundial, sobre competências de inglês e identifica as tendências de aprendizagem, avaliando o nível de inglês dos países que não têm a língua como a principal.  Apesar de Portugal recuperar cerca de dois pontos no “ranking”, Portugal perde um lugar relativamente ao ano passado devido à entrada direta da Eslovénia para a 9.ª posição. Ainda assim, os portugueses ficam longe do topo do “ranking” liderado pelos suecos, holandeses, singapurenses, noruegueses e dinamarqueses.

Se os nórdicos dominam o ranking, no sul da Europa, Portugal é mesmo quem fez melhor figura: Grécia (23.º), Espanha (32.º), Itália (34.º) ou França (35.º) foram avaliados com um nível de proficiência “Moderada”.

O EF English Proficiency Index (EF EPI) revela ainda que a Suécia recuperou o primeiro lugar e lidera pela quarta vez em oito anos o grupo de 88 países em competências linguísticas no domínio do inglês. Um “TOP 10” fortemente marcado pela presença de países europeus: Holanda (2.º), Singapura(3.º), Noruega (4.º), Dinamarca (5.º), África do Sul (6.º), Luxemburgo (7.º), Finlândia (8.º), Eslovénia (9.º) e Alemanha (10.º). Na posição inversa da tabela, os países do Médio Oriente ocupam os níveis mais baixos em proficiência em inglês.

O estudo – que avaliou o inglês de mais de 1,3 milhões de pessoas – conclui ainda que as mulheres falam inglês melhor do que os homens, apesar da disparidade ser menos evidente nalgumas regiões relativamente a edições passadas do EF EPI.

Em Portugal, as mulheres conseguem estar dois pontos à frente dos homens, seguindo a tendência global. Quanto a regiões, é em Lisboa onde melhor se fala Inglês. Segue-se a região Norte e Centro. O Sul é onde a proficiência em inglês é mais baixa, ficando-se mesmo pelo nível “moderado”.

A proficiência em inglês encontra-se ligada à competitividade económica, desenvolvimento social e inovação. Países com um nível de proficiência de inglês mais elevado tendem a ter médias mais elevadas ao nível de receitas, qualidade de vida e investimento em pesquisa e desenvolvimento.

O EF EPI 2018 avalia 88 países e territórios (mais oito do que no ano passado), com base em dados de mais de 1,3 milhões de adultos que fizeram o EF Standard English Test (EF SET), o primeiro teste padronizado de inglês gratuito a nível mundial. O EF SET fornece aos aprendizes de inglês acesso a um teste padronizado e de elevada qualidade, e tem sido usado em todo o mundo por milhares de escolas, empresas e governos, onde o teste em grande escala era anteriormente proibitivo ao nível de custos.

Ranking EF English Proficiency Index 2018

PosiçãoPaísNível
1SuéciaMuito alto
2HolandaMuito alto
3SingapuraMuito alto
4NoruegaMuito alto
5DinamarcaMuito alto
6África do SulMuito alto
7LuxemburgoMuito alto
8FinlândiaMuito alto
9EslovéniaMuito alto
10AlemanhaMuito alto
11BélgicaMuito alto
12ÁustriaMuito alto
13PolóniaAlto
14FilipinasAlto
15SuíçaAlto
16RoméniaAlto
17CroáciaAlto
18SérviaAlto
19PortugalAlto
20República ChecaAlto
21HungriaAlto
22MalásiaAlto
23GréciaAlto
24EslováquiaAlto
25BulgáriaAlto
26LituâniaAlto
27ArgentinaAlto
28ÍndiaModerado
29NigériaModerado
30Hong Kong RAEModerado
31Coreia do SulModerado
32EspanhaModerado
33LíbiaModerado
34ItáliaModerado
35FrançaModerado
36Costa RicaBaixo
37República DominicanaBaixo
38BielorrússiaBaixo
39SenegalBaixo
40UruguaiBaixo
41VietnameBaixo
42RússiaBaixo
43UcrâniaBaixo
44Macau RAEBaixo
45GeorgiaBaixo
46ChileBaixo
47ChinaBaixo
48TaiwanBaixo
49JapãoBaixo
50PaquistãoBaixo