De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Europa

Portugal assina memorando com região da Extremadura para consolidar ensino da língua

Portugal e o Governo da comunidade espanhola da Estremadura assinam na terça-feira em Mérida um memorando de entendimento para consolidar o ensino do português como segunda língua estrangeira no sistema educativo não universitário daquela região.

Segundo a Embaixada de Portugal em Madrid, o memorando irá permitir o desenvolvimento de “iniciativas transfronteiriças em matéria de formação, ensino, aprendizagem e promoção das línguas e das culturas portuguesa e espanhola no âmbito não universitário nesta Comunidade Autónoma”.

O português como língua estrangeira é atualmente ensinado na Extremadura em 96 centros educativos a cerca de 15.000 alunos do Ensino Básico e Secundário e a 1.674 das nove Escolas Oficiais de Idiomas existentes na Comunidade Autónoma, segundo dados do ministério regional para a Educação e Emprego da Junta (Governo regional).

“Com este novo passo reforçamos a presença do ensino do português como língua estrangeira na Comunidade Autónoma da Extremadura, definindo a sua aprendizagem como elemento central do currículo escolar estremenho”, de acordo com a nota informativa divulgada pela Embaixada portuguesa.

O memorando visa “contribuir para a crescente aproximação” entre Portugal e a Comunidade da Extremadura, mediante a promoção de intercâmbios educativos e culturais no âmbito de programas europeus ou iniciativas transfronteiriças.

O acordo também irá incentivar a realização de ações formativas que promovam a qualidade do ensino ministrado e a troca e difusão de boas práticas e experiências na área do ensino não universitário.

Por outro lado, é reconhecida “a importância crescente da língua portuguesa como língua oficial e de trabalho nas organizações internacionais, bem como o seu valor”.

O memorando de entendimento será assinado pelo embaixador de Portugal em Madrid, Francisco Ribeiro de Menezes, em representação do Presidente do Instituto Camões, e pela conselheira (ministra regional) da Educação e do Emprego, María Esther Gutiérrez Morán, numa cerimónia que contará com a presença do Presidente da Junta da Extremadura, Guillermo Fernández Vara.

Este compromisso substitui um outro assinado em 2009 e completa uma série de acordos semelhantes que Portugal já tem com as regiões espanholas da Galiza e da Andaluzia, estando prevista a assinatura de um memorando idêntico com Castela-e-Leão, com o objetivo de completar o arco das comunidades autónomas que fazem fronteira com Portugal.