De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Mundo

Papa batizou 28 crianças

O Papa presidiu este domingo na Capela Sistina, do Vaticano, ao batismo de 28 crianças, 15 meninos e 13 meninas, e convidou pais e padrinhos a dar “testemunho” da fé.

Francisco, que improvisou a homilia, brincou com o “concerto” do choro dos bebés, explicando-o com o facto de estarem num sítio que não conhecem e terem acordado “antes do que é costume, talvez”.

“Jesus fez o mesmo. Gosto de pensar que a primeira pregação de Jesus, no presépio, foi um pranto”, acrescentou.

Na tradicional Missa da festa do Batismo do Senhor, que encerra o tempo litúrgico do Natal, o Papa começou por referir que os pais presentes na celebração pediram a fé para os seus filhos.

“A fé que será dada no Batismo. A fé, isso significa vida de fé”, realçou.

Francisco convidou pais e padrinhos a “dar testemunho da fé”, que é mais do que “recitar o Credo”.

“A fé é acreditar naquilo que é a verdade: Deus-Pai, que enviou o seu Filho, e o Espírito que nos vivifica. A fé é confiar-se a Deus”, acrescentou.

O Papa falou desta fé como “luz”, que “ilumina o coração” e “faz ver as coisas com outra luz”.

A homilia deixou uma tarefa para todos os pais e padrinhos que agora vão acompanhar a vida dos recém-batizados, a de “guardar a fé, fazê-la crescer, que seja testemunho para os outros”, também para os padres e bispos.

Esta foi a quarta vez no atual pontificado que Francisco presidiu à Missa na Capela Sistina na festa do Batismo do Senhor.

À imagem do que aconteceu nas anteriores ocasiões, o Papa teve uma palavra especial para as mães, para deixá-las à vontade caso tivessem necessidade de amamentar os filhos, “sem medo, com toda a normalidade”, lembrando que a cerimónia é “algo longa”.