De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Europa

Escritora Lídia Jorge dá palestra no King’s College London

A galardoada a escritora Lídia Jorge dará uma palestra intitulada “The World Beyond Language: A Portuguese Approach” no próximo dia 20 de outubro, das 18h30 às 20h00 no Anatomy Lecture Theatre (K6.29), King’s College London. Este evento faz parte do programa do Festival de Artes e Humanidades do King’s College London e é composto por uma série de leituras curtas, tanto em português como em inglês, seguidas da palestra da referida autora portuguesa. No final, havia uma breve sessão de perguntas e respostas. Pode fazer a sua inscrição online

Para Wilhelm von Humboldt, o estudo da diversidade humana pode partir da diversidade das línguas, que ele descreve como organismos vivos fertilizados pelo conceito de nação. É uma percepção que ainda é oportuna. Nos dias em que, através do poder da tecnologia, todos nós, de repente, nos tornamos vizinhos e quando a percepção de que todos nós vivemos no mesmo mundo deveria nos unir, a herança do mito das nações facilmente nos desafia. Em vez de ser um benefício, a proximidade transforma-se em uma ameaça. Neste contexto contemporâneo, vale a pena pensar sobre como as línguas nos tornam diferentes e mostram nossas diferenças para os outros. No caso da língua portuguesa, a terceira língua européia mais falada do mundo, a literatura revela a natureza de um povo que sempre viveu em um território estreito, como se estivesse em uma ilha, ainda que se projetassem de longe, formando uma diáspora de os seus próprios, hoje indispensáveis ​​para se juntarem ao concerto das nações. 

Lídia Jorge já recebeu, entre outros galardões literários, o Prémio Dom Dinis, o Prémio PEN Clube, o Prémio Máxima de Literatura, o Prémio Bordallo de Literatura da Casa da Imprensa, o Grande Prémio de Romance de Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE), o Prémio Jean Monet de Literatura Europeia, o Prémio Charles Bisset, e o Prémio Albatros, da Fundação Günter Grass. Em 2013, a escritora foi considerada, pela revista francesa Le Magazine Littéraire, uma das “10 grandes vozes da literatura europeia”.

Nascida em 1946, no Algarve (em Boliqueime), Lídia Jorge  é autora de “A Costa dos Murmúrios” (1988), “A Última Dona” (1992), “O jardim sem limites” (1995), “O Vale da Paixão” (1998), “O Vento Assobiando nas Gruas” (2002), “Combateremos a sombra” (2007), “A Noite das Mulheres Cantoras” (2011), entre outros títulos.