De que está à procura ?

belgica
Lisboa
Porto
Bruxelas, Bélgica
Comunidades

Brexit pode fazer regressar enfermeiros a Portugal

Há enfermeiros portugueses que emigraram para o Reino Unido a tentar voltar a Portugal por causa do Brexit. Segundo a bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), os concursos abertos recentemente por alguns hospitais portugueses estão a receber candidaturas de profissionais com experiência em Inglaterra, revela o Jornal de Notícias.

“Temos tido relatos de Conselhos de Administração de hospitais públicos a dar conta de que estão a chegar currículos de enfermeiros que estão ou já estiveram a trabalhar no estrangeiro, maioritariamente no Reino Unido”, adiantou ao JN Ana Rita Cavaco, reagindo a um estudo revelado, este sábado, pelo jornal britânico “The Guardian” que dá conta de que um número “recorde” de enfermeiros originários de países da União Europeia (UE) estão a abandonar o NHS (serviço público de saúde inglês), ao mesmo tempo que as novas inscrições caíram a pique a seguir ao referendo do Brexit.

De acordo com o estudo, levado a cabo pelos Liberal Democratas, 2700 enfermeiros de países da UE abandonaram o serviço de saúde britânico em 2016 – número superior aos 1600 de 2014. Ao mesmo tempo, só 96 se registaram no NHS em dezembro de 2016, uma queda de 92% face às 1304 inscrições verificadas em Julho, o mês a seguir ao referendo.

Em dezembro, já tinha sido noticiado que há menos portugueses a emigrar para o Reino Unido e que menos enfermeiros pediram a documentação necessária para trabalhar em Inglaterra. Ana Rita Cavaco recorda que, nos primeiros seis meses do ano passado, a OE recebeu 730 pedidos de certificados de equivalência necessários para exercer noutro país, “substancialmente menos do que em idênticos períodos de anos anteriores”. Estima-se que trabalhem no NHS 57 mil profissionais de países da UE, entre eles 10 mil médicos e 20 mil enfermeiros.